7.9.08

Jet Lag

Estou de volta e ainda nem acredito que estive nas Caraíbas de tão rápido que a coisa foi. São duas e meia da manhã. Vim directamente do México para casa dos meus pais, descansar. Mas a maldita troca de horários não me deixa dormir. Apesar de ter sido uma viagem do inferno até Portugal (de nove horas e quinze minutos, dormi hora e meia) e parecer uma cota com o reumático, no México são agora dez e meia da noite e a esta hora ainda a noite era uma criança para mim e para o meu “daiquiri de fresa”. Foi uma semana muito divertida, mas também muito cansativa. Regressei com uns quilitos a mais e cheia de babas (babões diria) dos mosquitos (malditos), mas mui contente. Claro que durante uma semana na Riviera Maya muitas coisas se passaram (não conto tudo com pormenores para não provocar crises de inveja compulsiva, prometo) e por isso, vou partilhar apenas alguns episódios com vocês, tipo diário de bordo.
Parte I
Viagem Lisboa - Cancun
Como odiar um dos parceiros do lado no avião:
1. A figurinha deve ser do sexo feminino e ter entre 28 a 35 anos;
2. Ter parecenças enormes com alguém que se detesta;
3. Usa roupinha de marca irritante, tal como a sua voz;
4. Faz-se acompanhar por um grupo grande de amigos, todos casais, uns mais parolos do que outros;
5. Ela parece ser a “Chefe” do grupo, até porque já esteve no destino várias vezes na vida;
6. No avião, usa coleira para hérnias e diz que trouxe muitos acessórios, por isso tem de começar a usá-los já;
7. Olha para a “massinha” do catering no avião e diz “que nojo”, quando eu esfomeada era quase capaz de comer a dela sem que a monga desse por isso;
8. É casada com um jeitoso do caraças (bitch) e apesar de se levantar várias vezes durante a viagem, não deixa que ele se sente ao nosso lado com medo que tenhamos algum boing 747 de cauda móvel melhor do que o airbus 303 dela;
9. Vai na classe económica mas pede garrafas de champanhe para festejar o baptismo de voo de um dos amigos, fazer brindes e iupiiiiii, quando os outros passageiros apenas querem dormir e que ELA SE CALE!;
10. Diz piadinhas sobre quedas de aviões, furacões e turbulência;
11. Consegue deixar todas as amigas de melão quando lhes diz que há festas temáticas no Hotel e que precisavam de umas fatiotas de gala, além dos calções e t-shirts (imagino a sua big mala Louis Vuitton ou pouchete cor-de-rosa tipo Castelo Branco);
12. No regresso, olha-se para ela e percebe-se que a cabra vem mais bronzeada do que vocês (o que também não é difícil).

6 comentários:

medusasss disse...

Porque será que essas cabras irritantes têm sempre tanta sorte e alguém com paciência para lhe aturar o jogo?

Pfeee

^^MaryJane* disse...

puta da senhora...*

Mokas disse...

ena ena!
Wellcome back =)
Poix é... essa gente... muito triste.
Enfim, queremos fotos e detalhes.

=P

Helena de Troia disse...

odeio essas bitches and riches peneirentas LOL

Ruca! disse...

que má língua!

só pq a mulher tinha um marido jeitoso. porra, estas gajas...

:)

Marisa Caetano disse...

Gaija destas´...perfiro o inferno :)