2.8.10

[eu facebooko, tu facebookas, nós facebookamos]

gostava de perceber como é que um amigo meu, casado, com um filho e que vive em Portugal adiciona uma conhecida minha, estrangeira e solteira (com namorado, ok) no facebook. é que tenho a certeza certezinha que nunca se viram. curioso. podia até dizer que era estranho. nannn.. deve mesmo ser coincidência e eles já se devem ter cruzado por aí. pois.

2 comentários:

Ritchie disse...

ele há coisas assim, seja como for, tu ainda has-de descobrir como é que foi... sim, que tens mesmo que descobrir porque, se fores como eu, dás em doida entretanto

Lana disse...

esse é um fenomeno que eu nunca hei-de entender. acho que se devia criar um grupo pa pessoas que so têm pessoas no facebook que REALMENTE conhecem. mas nao me cheira que houvesse muita gente a poder fazer parte dele. -_-'