12.8.10

[só se foi p'ra ti]


"Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo? (...) Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice, facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada ao pessoal da pantufa e da serenidade. Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo. O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. É uma questão de azar. O nosso amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, a tempo ainda de apanhar um bocadinho de inferno aberto."

 in O Amor é fodido, MEC
A loja deve permanecer aberta. Sempre. Mas que o amor é fodido lá isso é.

3 comentários:

Fátima disse...

"A vida é uma coisa, o amor é outra. A vida dura a Vida inteira, o amor não. Só um mundo de amor pode durar a vida inteira. E valê-la também."

Beijo*

Marisa Caetano disse...

Lá que é f.... lá isso é

Lana disse...

nao sei se houve assim tanta gente a realmente senti-lo... certamente nao tantas como se pensam..mas sorte daqueles que o sentiram...